VOCÊ ESTÁ EM:
icone

NOSSAS NOTÍCIAS

DSC04917 08/09/2016
Doce Vida conquista três dos quatro principais títulos da raça Wagyu na Expointer 2016

A Agropecuária Doce Vida mais uma vez lançou alto o nome de Alegrete entre as referências genéticas da raça, que se destaca por produzir a carne mais valorizada do mundo.

Marcando presença pela quarta vez na Expointer, a maior exposição agropecuária da América Latina, a raça bovina japonesa “Wagyu” contou com a participação de expositores gaúchos e paranaenses na 39ª edição do evento, encerrada no domingo, 4 de setembro em Esteio. A Agropecuária Doce Vida mais uma vez lançou alto o nome de Alegrete entre as referências genéticas da raça, que se destaca por produzir a carne mais valorizada do mundo. Repetindo o sucesso do ano passado, quando a Doce Vida marcou presença pela primeira vez em Esteio, a empresa conquistou três dos quatro principais títulos no julgamento da raça na exposição, realizado na quarta-feira dia 31 de agosto. O jurado, o Médico Veterinário Rednilson Góis de São José do Rio Preto (SP), ficou impressionado com a qualidade zootécnica e com o preparo dos animais apresentados pela Doce Vida, que está localizada no Angico em Alegrete. A Doce Vida é dirigida por Ivone Schröder que conta com o apoio de suas irmãs, Irene e Daize Bastide, todas alegretenses. 

A principal conquista foi o título de grande campeã da raça, atribuído para a vaca “Yakult BR 1019 Mel” que já tinha sido grande campeã na estreia da raça e da propriedade na Expofeira de Alegrete em 2014. A Doce Vida ainda conquistou as faixas e as rosetas de reservada de grande campeã com "Doce Vida 10 FIV" e de reservado de grande campeão com "Doce Vida 19". Este último foi concedido a um terneiro “Brown Wagyu”, uma novidade apresentada pela Doce Vida na Expointer. Os “Browns” são  animais de pelagem que variam do amarelo ao vermelho até o pardo. A Doce Vida também apresentou durante a Expointer, o reprodutor grande campeão nacional da raça de 2015, exposição realizada em São Paulo, sendo outra grande atração do evento. 

Dos 25 animais Wagyu participantes, foram apresentados pela Doce Vida 12 exemplares preparados na sede da propriedade em Alegrete.  “Foi uma satisfação enorme poder mostrar o que vem sendo desenvolvido pela Doce Vida na Expointer, evidenciando o trabalho de nossos colaboradores, pois além da genética, eles são fundamentais para a conquista destes resultados” salientou Ivone Schröder, a diretora geral da empresa. Segundo ela, a expectativa é que no próximo ano ocorra a participação de outros novos criadores. “Estou muito feliz pela vinda de novos produtores. Assim poderemos mostrar com mais força ainda o enorme potencial da raça”. 

A Agropecuária Doce Vida é o criatório gaúcho com o maior número de animais registrados na ABCBRW, a Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos da Raça Wagyu, além de ser a pioneira na produção de animais desta raça na região Fronteira-Oeste do Rio Grande do Sul. Ainda este ano a empresa irá apresentar exemplares da raça Wagyu e ovinos Ile de France nas exposições de Uruguaiana e Alegrete em outubro. 

Por Nathã Carvalho, zootecnista e coordenador de fomento
natha@agropecuariadocevida.com.br

Mel, a grande campeãReservada grande campeãIrmãs Irene, Ivone e DaizeReservado grande campeão
voltar
PÁGINA
WagyuA.R.C.O.
GALERIAS
FENOVINOS 201972ª Exposição Agropecuária de Alegrete
NEWSLETTER


Facebook Flickr
Todos os Direitos Reservados - Agropecuária Doce Vida Webde, Web for Business